Dedicamo-nos a uma atividade antiga e, no entanto imutável que requer grande contato com a natureza. Ser bem-sucedido neste negócio no longo prazo implica compreender e respeitar o meio ambiente.

Os métodos de cultivo estão sempre mudando. De fato, desde meados de 1980, lideramos a chamada revolução agrícola sul-americana com emprego de tecnologia e inovações de cultivo de última geração. A semeadura direta foi uma de nossas principais técnicas. Grosso modo, significa semear sem revolver o solo. A rotação de culturas, bem como a utilização dos insumos certos também foram fatores chave de nosso sucesso.

Compartilhamos este conhecimento por meio das várias redes que criamos o que nos permitiu adquirir compreensão geral dos efeitos da agricultura sobre o meio ambiente, alta flexibilidade frente a alterações e inovações, abordagem de redução do impacto ambiental e utilização de ferramentas de controle e monitoramento de impacto.

Os principais objetivos de nossa Política Ambiental são:

  • Respeitar a legislação ambiental e assegurar que outros integrantes de nossa rede, inclusive fornecedores, também a respeitem.
  • Introduzir nova tecnologia e inovações em nossa produção e processos industriais por meio da ecoeficiência, ou seja, maximização da utilidade da relação produção/insumos, minimizando, ao mesmo tempo, o impacto ambiental.
  • Mensurar os efeitos de toda atividade sobre o meio ambiente, registrando-os e comunicando-os.
  • Promover a conscientização e responsabilidade individual em relação à importância da preservação do meio ambiente em nossas redes e também nas comunidades, lançando mão de diferentes iniciativas.

Ao agir dessa maneira, esperamos:

  • Conduzir nossas atividades em ambientes saudáveis com a necessária resiliência para produzir no longo prazo, proporcionando benefícios às gerações presentes e futuras.
  • Construir relacionamentos amigáveis com a sociedade como um todo.
  • Estabelecer relações comerciais com outras organizações e empresas com padrões elevados de zelo ambiental e transparência.
  • Obter acesso a incentivos concedidos a organizações responsáveis em termos de suas práticas e políticas de proteção ambiental.